Na noite desta quinta-feira (29), teve inicio no Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco, o culto de abertura do 13° Congresso de Mulheres.
Logo no início da tarde, começaram a chegar as primeiras caravanas do interior do Estado. Uma por uma, foram se acomodando nas dependências do Templo Central e rapidamente se dirigiram ao interior da igreja com a mesma expectativa e ansiedade, começaram a orar esperando o culto introdutório.
Eram exatamente 5h da tarde quando o evento começou, as irmãs tiveram a oportunidade de contar testemunhos, entoar louvores e realizar várias orações. Foram duas horas seguidas de louvor, oração e vários testemunhos antes do culto oficial.
Em seguida, os hinos congregacionais foram entoados pelo pastor Luiz Mario acompanhado pela igreja. Seguindo com os louvores, o grande coral do evento composto por 700 vozes entoou juntamente com a cantora Eliã Oliveira a música Santidade, hino oficial do Congresso, que tem como tema : “A Mulher Cristã buscando a Santificação.”
No decorrer  do culto, vários cantores e grupos musicais estiveram  cantando, entre eles, Juciara Pimentel, o casal Rivaldo e Rosita, o Quinteto Feminino do TC, o Quinteto Gênesis, entre outros.
A palavra de Deus foi lida pelo Pastor Presidente Ailton José Alves, no livro de I Tes 4. 1-5. Já a ministração ficou por conta do Ev. Amós Batista, que explanou um estudo na temática do congresso.“A santidade de Deus nos impulsiona a santificação”, afirmou e completou “Os que estão em Cristo já estão santificados (…) O verdadeiro resultado se dará quando todas saírem das portas e viverem na prática da palavra que ouvirem aqui”, concluiu.
A Irmã Ângela Patrícia,  de 44 anos, vinda de Boa Vigem, contou que sofreu alguns empecilhos até chegar ao Templo Central para participar do culto festivo da abertura. “Enfrentei uma grande mobilidade urbana; o trânsito estava complicado. Mas consegui chegar em nome de Jesus”, conta.
A abertura também contou com o lançamento do livro “Mulher: Feita Para Frutificar” pela Editora Bereia, da coordenadora dos Círculos de           Oração da IEADPE, a irmã Judite Alves. Amanhã as atividades continuam já no primeiro turno do dia. Pela manhã e tarde, estudos específicos para as irmãs e a noite, culto festivo para toda a igreja.