quinta-feira, 16 de maio de 2013

Cantores cristãos se unem em campanha contra a pedofilia e exploração sexual infantil

Dia 18 de maio marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração contra Crianças e Adolescentes

Uma campanha que integra a ação “Todos contra a pedofilia” tem a participação de grandes nomes gospel do Brasil. A iniciativa é da organização não governamental Mobilização Mundial que trabalha com valores cristãos.

Personalidades do cenário evangélico estão estrelando uma campanha em prol da infância brasileira na luta contra o abuso sexual infantil.
Rodolfo Abrantes, Fernanda Brum, Juliano Son, Davi Sacer, Judson de Oliveira, Nívea Soares, Ricardo Robortella, André Valadão, Cris Duran são alguns dos nomes. Segundo o site, eles conhecem e apoiam a Mobilização Mundial.

O site traz um alerta sobre a situação das crianças no Brasil. Segundo dados informados, 165 crianças e adolescentes são abusadas por dia no país, o que representa 7 por hora. A Polícia Federal classifica o Brasil como o país com mais venda de imagens na internet de abuso infantil. Ainda, dados da UNICEF revelam que 250 mil crianças são prostituídas no território brasileiro.

“Por mais terríveis que sejam esses dados, eles são reais. Isso acontece nos nossos dias e por essa realidade não podemos ignorar e fingir que não existe. Precisamos conhecer a realidade dos fatos e procurarmos entender como cada um de nós pode fazer a diferença! Não podemos cruzar os braços diante desta realidade!”, informa o texto da campanha.

O dia 18 de maio marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração contra Crianças e Adolescentes. A campanha “Todos contra a Pedofilia” é motivada pela Semana Nacional de Combate de Abuso Sexual em Crianças e Adolescentes, que acontece de 13 a 18 de maio no Brasil. A data foi definida pela Lei Federal 9907, em 17 de maio de 2000.

A Mobilização Mundial promove a justiça combatendo as causas da pobreza e exploração de crianças e populações mais vulneráveis. A prioridade são as crianças que vivem em áreas de risco, principalmente crianças exploradas sexualmente ou usadas no comércio sexual, órfãos de guerra e vítimas da miséria e da fome.

São desenvolvidos diversos trabalhos sociais em países do mundo como Sudão, Quênia, Guiné-Bissau, Moçambique, Nepal, Camboja, Índia, Afeganistão, Brasil e outros.


Fonte: Christian Post

0 comentários:

Postar um comentário