terça-feira, 12 de março de 2013

Jovem é expulso do exército por ser cristão e portar uma Bíblia



Um jovem de 22 anos foi expulso do exército, após seu colega de quarto encontrar uma Bíblia em seus pertences. Durante um tribunal militar ele recebeu a expulsão e uma pena prisional.

O caso de intolerância religiosa e perseguição aconteceu na Argélia, o 29° país na classificação dos países hostis ao Cristianismo da Portas Abertas.

Sadek mora na cidade de Tizi N'Berber - localizada ao norte da província de Béjaïa Sadek.

O jovem entrou para o exército em 2011. Em seu quarto foram encontrados livros com temática cristã e uma Bíblia. "Eu não entendi o que aconteceu comigo. Eu nunca disse a ninguém sobre a minha fé cristã dentro do quartel e os livros eram para o meu uso pessoal”, disse o militar para a Portas Abertas.


O sonho de infância de Sadek era a carreira militar. “Eu estava muito feliz em me juntar ao Exército”, declarou.

A sentença foi de 10 anos e uma multa com um valor muito alto. "Para minha surpresa eu fui condenado a dez anos de prisão e ao pagamento de uma multa tão grande quanto à soma de todo o dinheiro que o Exército havia gastado comigo: todos os custos da minha acomodação, comida e treinamento, enquanto estava no Exército”, falou Sadek.

Apesar da grande restrição e perseguição aos cristãos no país, um coronel fez uma intervenção no caso, ajudando o jovem a se livrar da sentença. "Mas, felizmente, Deus usou um funcionário, que estava no tribunal militar, para me livrar dessa decisão. Este homem, um coronel, e também um nativo da região de Béjaïa, esteve envolvido na manipulação do meu caso. Ele convenceu o tribunal a encerrar a ação judicial contra mim”, relatou Sadek, que em seguida foi libertado.

Segundo dados da Portas Abertas, na Argélia, 0,5% da população é cristã. A maioria, 99%, segue a religião muçulmana. Pela hostilidade no país, os cultos acontecem em reuniões secretas nas casas. Desde 2006, um decreto restringe qualquer culto não islâmico. (The Christian Post)

0 comentários:

Postar um comentário