quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Impressão da Bíblia de Gutenberg completa 558 anos

O inventor gráfico revolucionou a indústria cultural criando tipos móveis de metal

Há 558 anos Johannes Gutenberg imprimia o primeiro exemplar da Bíblia em sua nova invenção: a prensa feita de metal. O primeiro exemplar foi feito em Maguncia, na Alemanha, em 23 de janeiro de 1455.

Na verdade Gutenberg aperfeiçoou a já existente imprensa de madeira, ao incluir o metal ele fabricou moldes de fundição que reproduziam tipos metálicos suficientemente reguláveis para permitir a composição de textos, abrindo caminho para o que chamamos de livro moderno.
A invenção dessa prensa com caracteres móveis foi a grande revolução no mundo da cultura, tornando possível a realização de muitos exemplares de livros fazendo com que uma grande quantidade de pessoas passasse a ter acesso a eles.
A Bíblia de 42 linhas, também chamada de Bíblia de Gutenberg ou Bíblia de Mazarino foi impressa em latim em um formato que imita o manuscrito da Maguncia que tinha 1.300 páginas escritas a mão.
Cada página continha 42 linhas e o projeto começou a ser realizado cinco anos antes, em 1450, tempo que demorou para completar as 1.282 páginas do Livro Sagrado.
Quem quiser conferir de perto como era esta máquina criada por Gutenberg pode ir até Museu da Bíblia, que pertence a Sociedade Bíblia do Brasil, localizado em Barueri, para ver a réplica dessa prensa.
Fonte: Gospel Prime