quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Sua expectativa é ver um estádio da Copa pronto? A minha é ver o céu, pronto há tempos!


Com a Copa Mundo do Brasil 2014 chegando, o que mais se tem visto é um monte de torcedor na expectativa de ver os estádios prontos,
para ficar admirando esplendor da arena, curtir cada detalhe arrojado, pisar na nova grama,
gostar dos novos assentos fofos, se orgulhar da estrutura no estilo europeu e, principalmente, acompanhar de perto o espetáculo nas quatro linhas, igual ao que o Grêmio fez nesse fim de semana, no qual milhares de gremistas choraram, se encantaram, gritaram e celebraram a vitória do seu time na primeira partida da Arena do Grêmio, inaugurada no último sábado, 8.

Aí eu me lembro do céu, que já está 100% pronto para nos receber. Só falta mesmo sermos levados para lá. Imagine a "cerimônia de bem-vindo", as músicas, as atrações, os espetáculos, tudo feito para a glória do Noivo da igreja! Imagine o que iremos apreciar quando chegarmos lá: as ruas de pedras preciosas, a glória cintilante, o cheiro do ambiente, os sons sincronizados, os corais de milhares de componentes com dezenas de divisões de vozes, os personagens bíblicos que tanto lemos, imitamos, falamos, citamos e desejamos conhecer, além, claro, do próprio Deus, visto face a face, como Ele é (I Jo 3.2)! Isso sim é que vai ser alegria surreal!

Esses estádios brasileiros vão proporcionar vitórias e derrotas, alegrias e tristezas, mas o céu não. Onde já se viu o lugar onde Deus mora ter espaço para outra coisa a não ser alegria? Até a tristeza salta de alegria quando está na presença de Deus! Episódios como a derrota do Brasil na Copa de 1950 e outros semelhantes que os estádios podem proporcionar nunca serão sequer citados no céu, porque, segundo Apocalipse 21.4, ali "não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor".

E o melhor de tudo isso: enquanto as alegrias terrenas são passageiras (sendo bem mais específico: enquanto seu time é campeão hoje, amanhã pode ser goleado em casa pelo rival), o gozo que a Noiva de Cristo irá desfrutar no céu é infindável, indizível, eterno e intenso. Não haverá um só dia da eternidade, pelos séculos dos séculos, que deixará de existir felicidade do céu.

Os estádios da Copa de 2014 já estão com as obras bem avançadas. Algumas delas já estão quase 100% finalizadas. Já se fala muito em abertura, em jogo inaugural, em valor de ingresso, em equipe tal e tal que vai jogar em determinada arena. Mas o céu está pronto há muito tempo para nos receber. O próprio Jesus disse: "Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também". (Jo 14.2,3).

Para chegar ao céu, não precisa pagar nada. Jesus já pagou nosso ingresso, já reservou nosso assento, já selou nosso passaporte, tudo isso através do Seu sacrifício na cruz. Não é preciso fazer fila, como nos estádios, gastar uma fortuna na compra de um bilhete, passar duas horas vendo um jogo e ir embora depois, triste ou alegre. Desde que aceitamos a Cristo, nossa alegria eterna já está garantida. Basta seguir o caminho, a verdade e a vida, e chegaremos ao Pai. Para quem ainda não garantiu seu lugar no céu, é bom correr atrás enquanto é tempo. Basta aceitar a Cristo, segui-Lo e obedecê-Lo.

Para finalizar, nada como um anelante trecho de um hino da Harpa Cristã, o 300, que contrasta bem com o desejo que as pessoas estão tendo com a proximidade da Copa do Mundo: "Nossa esperança é sua vinda. O Rei dos Reis vem nos buscar. Nós aguardamos Jesus ainda, até a luz da manhã raiar".

Tharsis Kedsonni

0 comentários:

Postar um comentário