quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Pesquisa: só os novos crentes evangelizam

Pastor questiona porque os maduros na fé não fazem o Ide de Jesus


Pesquisa: só os novos crentes evangelizam Uma pesquisa revelou que 82% das pessoas vão à igreja se forem convidadas por um amigo, e que apenas 2% dos membros da Igreja convidam algum amigo para ir ao culto. Este dado é percebido dentro de muitas igrejas, pois quanto mais tempo uma pessoa tem dentro de uma denominação, menos evangeli
sta ela se torna, explica o pastor Eliézer dos Santos Magalhães da Primeira Igreja Batista de Curitiba. “Normalmente os novos convertidos evangelizam mais do que os "maduros" na fé. Isso acontece por causa de diversos fatores, como a presença do primeiro amor, que impulsiona o novo crente a testemunhar do que Deus tem feito em sua vida aos seus conhecidos, de maneira ousada e apaixonada”, relata o pastor.

Os motivos que levam uma pessoa procurar a igreja são os mais diversos. De acordo com Eliézer, muitos vão em busca de ajuda com problemas conjugais, ou de ter um relacionamento amoroso com algum membro. No entanto, embora a verdadeira intenção possa não ser as melhores “uma vez dentro da igreja, Deus usa as circunstâncias diversas para lhes falar. O ser humano foi criado por Deus para se relacionar de maneira sadia com Ele e com os seus semelhantes”, afirma Eliézer.

A trajetória dos novos adeptos não é fácil, os demais membros têm um papel importante nesta etapa: criar relacionamentos com essas pessoas. “As pessoas ficam na igreja por diversos motivos, e não só o de se ter um círculo de amizades. No entanto, a estatística realmente aponta para a amizade como um importante fator para que a pessoa se fixe na igreja, e que não deve ser ignorado. Acho que a Igreja, como corpo de Cristo neste mundo, precisa se relacionar de maneira significativa com aqueles que precisam de Salvação. Esta é a melhor maneira de se evangelizar em qualquer parte do mundo”, finaliza o pastor.
Fonte: CPAD

0 comentários:

Postar um comentário