domingo, 1 de julho de 2012

UMADEB 2012 - manhã missionária - o culto mais emocionante do congresso (2º parte)

     


MISS. MISÍA , NELSON DA COSTA E FAMÍLIA - GUINÉ BISSAU

GUINÉ BISSAU  APARTADO 1307   -1001 CODEX -  BISSAU – GUINÉ BISSAU – ÁFRICA OCIDENTAL 00xx.245.206.428 misianelson@hotmail.com


PAULO CRISTÓVÃO E FAMÍLIA - MAR DEL PLATA ARGENTINA

MAR DEL PLATA ARGENTINA AV. JUAN B. JUSTO 7168/70 
COD 7800 –  00xx.54.92235398388 / 00XX54.2234.1077.27 
mpaulopinto22@hotmail.com





ANSELMO LEÃO E FAMÍLIA - CÚZCO -PERÚ

CUZCO Av.Huaruropata nº 1419 Aptº 302-C WANCHAQ CUZCO – APARTADO 
350 00XX -084-232619 / 00XX -084-988638400
misionquechua@hotmail.com
ancelmoleao@hotmail.com
     

 Esta é a segunda postagem da série de três, mostrando irmãos missionários!

            Reflexão missionária:
DAI-NOS AS FERRAMENTAS

Durante a Segunda Guerra Mundial, a França havia se rendido aos alemães, os EUA não haviam entrado na guerra e a Grã-Bretanha estava resistindo sozinha, esperando a invasão eminente.
Sir Winston Churchill, o 1º Ministro, no momento mais crítico, deixou a Inglaterra e foi falar diretamente ao povo norte-americano.
Em apenas três minutos declarou:
- Vocês falam a nossa língua, tem a mesma fé que nós, e concluiu com a frase que ficou famosa, dai-nos as ferramentas e levaremos a cabo a tarefa.
Esta frase se espalhou pelo rádio de Norte a Sul. Tocou os norte-americanos de tal forma que resolveram entrar na guerra e a história foi mudada. 


E falaram a Moisés, dizendo: O povo traz muito mais do que basta para o serviço da obra que o Senhor ordenou se fizesse. Então mandou Moisés que proclamassem por todo o arraial, dizendo: Nenhum homem, nem mulher, faça mais obra alguma para a oferta alçada do santuário. Assim o povo foi proibido de trazer mais, porque tinham material bastante para toda a obra que havia de fazer-se, e ainda sobejava.
Êxodo 36.5-7


                Aux. Adriano Marinho                                               Fonte: ( blog missão em primeiro lugar, site do Pastor)




0 comentários:

Postar um comentário