segunda-feira, 30 de abril de 2012

Limpos de coração


“Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus (Mt 5.8). A transformação do caráter de uma pessoa é a maior prova do poder do Evangelho, uma inequívoca demonstração da regeneração efetuada pelo Espírito Santo. O brotar das virtudes divinas em nosso viver é o objetivo precípuo da salvação, gerando uma nova conduta diante de Deus e dos homens (At 2.47).
A expressão utilizada por Jesus ao proferir esta bem-aventurança, aludeà necessidade do cristão em manter uma vida de pureza, distinguida pela manifestação de sentimentos nobres, bons pensamentos e intenções dignas de louvor (Fl 4.7). Esta realidade espiritual pode ser comparada como uma vinha limpa pela poda e preparada para gerar frutos. É pela atuação do Espírito Santo que Deus limpa nosso coração da maldade inerente à natureza humana (Mt 15.19),fazendo germinar em nosso interior sementes de “bondade,  justiça e verdade” (Ef 5.9).
Neste mundo caracterizado pela maldade, pela falsidade entre os homens, pontuado por deslealdades e traições, os olhos do Altíssimo estão voltados para os que vivem em sinceridade, àqueles que em seu íntimo meditam nos conselhos e princípios da Bíblia Sagrada, e vivem com um coração puro diante do Senhor (Sl 73.1). A estes, está reservada a promessa de que, um dia, estarão para sempre com o seu Deus (Sl 24.2,4).
Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida(I Tm 1.5).

Fonte: Blog do Pr. Ailton José Alves


quinta-feira, 26 de abril de 2012

Conjunto Redenção (1ª parte)

Fundado em agosto de 2004 pelo maestro Cleber Marinho, teve seu inicio em um momento em que a Igreja não tinha nenhum conjunto musical pois os poucos músicos que existiam não tinham compromisso com o ministério de louvor.


Os pioneiros desse órgão de louvor foram os irmãos Cleber, Luciano (alemão), José (zé da guitarra), César, Antônio (toinho do picolé) e o irmão Abraão. Após muita oração, Deus foi mandando sempre mais componentes como os irmãos: Fabiano, José Heleno, Davi, André, João Ricardo, Silas, Kataliny, Elioenai e Simone.

O maestro Cleber Marinho com inspiração divina, sempre deu vários estudos da palavra de Deus e muita oração.

Louvando a Deus um vairas cidades do Estado, sempre adquirindo novas experiências, podemos destacar a presença do vice-dirigente o irmão Luciano (alemão), com uma dedicação e compromisso muito grande com a obra de 
Deus, e sendo uma peça fundamental de nossa historia.

 "Foi alemão que me indicou para o conjunto, e me deu uma grande força quando eu entrei na Igreja Assembleia de Deus de Brejo da Madre de Deus, sou muito grato pela força que me deu" (Bruno Araújo Silva, guitarrista).


 O irmão Luciano (alemão) sempre se fez presente ajudando nos trabalhos da igreja, congressos, cruzadas, cultos, festas, e muita evangelização em todo o campo de Brejo da Madre de Deus. 







quarta-feira, 25 de abril de 2012

Ação Social da Assembleia de Deus em Campinas atende crianças carentes

Criado em 1995 a instituição oferece aulas de reforços, de esportes e outras atividades para crianças carentes

O Instituto Paulo Freire de Ação Social foi fundado pelo pastor Paulo Freire Costa em 1995 na cidade de Campinas para atender crianças e jovens carentes.
Ao longo desses anos o Núcleo de Desenvolvimento tem oferecido aos campineiros assistência psicológica, reforço escolar, educação física, aulas de esportes, de música, de artesanato e outras atividades para a população de baixa renda.
Tudo começou quando o pastor e sua família retornaram dos Estados Unidos para que ele assumisse a direção da igreja Assembleia de Deus da cidade, o projeto se tornou pioneiro e hoje ainda atende cerca de 120 crianças no Centro de Desenvolvimento I, localizado no Jardim Monte Cristo.
Nesse centro os alunos com dificuldades de aprendizado nas escolas públicas recebem aulas de reforço escolar para melhorarem seu desempenho e muitos apresentam progresso considerável.
Além disso, eles participam de atividades esportivas, aprendem aulas de músicas, de língua estrangeira e até mesmo de informática, passos importante que farão a diferença no futuro dessas crianças e ainda as mantêm longe das ruas e das ameaças da marginalidade.
Agora o Instituto planeja construir salas e ampliar o espaço para poder atender aos pais dos alunos oferecendo cursos de formação e capacitação profissional. A direção da organização tem um projeto piloto para criar uma série de centros como esse em outros bairros de Campinas e também em outras cidades nos próximos anos.
Para saber mais sobre o Instituto Paulo Freire e saber como ajudar esse projeto acesse o site www.institutopaulofreire.com.br.

Com informações CPADNEWS

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Uma grande e abençoada parceria foi firmada hoje!


Hoje 19-04-2012, fomos ricamente presenteado com uma rica e abençoada parceira com o site www.assembleianato.com

Atravéz do irmão Fernando, e do irmão Edmar, estamos sendo agraciados com essa radio que esta cada dia mais linda, e com esse chat, onde poderemos nos comunicar com nossos irmãos q estiverem acessando, qualquer um dos sites parceiros do projetoboasnovasbmd.com.

Mas pedimos aos usuários desse abençoado chat, que leiam as regras e usem o bom censo, para podermos agradar a Deus atraves desse meio de comunicação.

Bate Papo Evangélico/Gospel - Regas de Uso
1 - É proibido desrespeitar decisões, ordens ou pedidos que lhe sejam feitos por algum Administrador ou Moderador;
2 - É proibido o uso de apelidos considerados como insultuosos ou ofensivos;
3 - Deve-se alterar o apelido gerado automáticamente, para outro apelelido de sua escolha;
4 - O uso considerado abusivo de CAPS LOCK é considerado grito, e poderá ser banido do chat;
5 - É proibido insultar ou ofender qualquer utilizador deste chat. Caso isto aconteça será banido, sendo o tempo decidido pelo Administrador ou Moderador;
6 - Qualquer tipo de publicidade neste chat, como por exemplo, outras salas de chat, sites, ou outras rádios, (caso não seja autorizado antecipadamente por um Administrador) será IMEDIATAMENTE PUNIDA COM BANIMENTO DEFINITIVO;
7 - Não forneça dados pessoais na sala de chat, tais como Email, Nº de telefone/telemóvel. Para esse tipo de fornecimentos deverá anunciá-los em conversação privada com o membro a quem pretende fornecer os dados. Mas atenção: Publicidade de outras salas de chat, sites ou outras rádios, serão IMEDIATAMENTE PUNIDAS COM BAN DEFINITIVO;
8 - Respeite todos os utilizadores para que também possa ser respeitado;
9 - A desobediência para com um Administrador ou um Moderador, resultará numa punição á escolha desse mesmo Administrador ou Moderador
Cumpra as regras e divirta-se fazendo novas amizades e participando nas actividades da nossa rádio;

Fome e sede de justiça


“Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos” (Mt 5.6).Continuando nossos devocionais baseados no Sermão do Monte, vamos comentar a afirmação do Senhor Jesus sobre o anelo do cristão em relação à presença de Deus em seu viver, figurado nas necessidades básicas do ser humano: a fome e a sede.
No que se refere à vida cristã, ter fome e sede de justiça significa o anelo sincero de um crente em conservar uma conduta correta diante de Deus, seguindo os princípios da Bíblia Sagrada. É a aceitação incondicional da vontade do Senhor, a busca por uma vida piedosa e justa, que gera este desejo fervente por retidão e santidade.
A fome do cristão está relacionada à Palavra de Deus (Lc. 4.4) e a sede a presença do Espírito Santo (Jo 7.38). Assim sendo, todo crente deve sentir um desejo profundo pelas coisas de Deus, que se manifesta no anseio por mensagens genuínas, louvores sacros, momentos de devoção, na busca do batismo com o Espírito Santo e dons espirituais. Esta fome e sede de justiça também produz uma repulsa ao mundo e ao pecado, que nos afasta das obras infrutuosas da carne (Ef 5.11) e faz brotar virtudes dignas louvor diante de Deus e dos homens (Mt 5.16).
Busquemos, pois, ao Senhor, e veremos se cumprir em nosso viver a Sua Palavra: “Pois fartou a alma sedenta, e encheu de bens a alma faminta” (Sl 107.9).
 Pr. Ailton José Alves

A crença em Deus aumenta com a idade e é maior entre os idosos, mostra pesquisa
Estudo revela que Filipinas é o país com mais crentes e o Leste Europeu concentra mais ateus

A crença em Deus é maior entre os idosos e aumenta com a idade, disseram os pesquisadores da Universidade de Chicago durante a publicação de uma nova pesquisa. O possível motivo apontado para explicar isso é a crescente percepção de que a morte está se aproximando.

Compilando dados de pesquisas realizadas em 1991, 1998 e 2008, em 30 países de diversos continentes, o relatório reuniu dados do Programa Internacional de Pesquisa Social, que reúne diferentes organizações de pesquisa.

O Centro Nacional de Pesquisa de Opinião, da Universidade de Chicago, que coordenou o estudo, revelou que, em média, 43% da pessoa acima de 68 anos dizem estar certos de que Deus existe. Em comparação, uma média de 23% das pessoas com idades abaixo de 27 eram crentes firmes em Deus.

“Olhando para as diferenças entre grupos etários, o maior aumento na crença em Deus ocorre a partir dos 58 anos de idade. Isto sugere que a fé em Deus é especialmente suscetível de aumento entre os grupos mais idosos, talvez seja uma resposta à crescente expectativa da morte”, disse em comunicado o coordenador do estudo, Tom W. Smith.

As pessoas foram questionadas sobre como classificariam suas crenças, indo do ateísmo até uma forte crença em Deus. Também foram perguntadas sobre como as crenças mudaram ao longo de suas vidas, e sua atitude em resposta à noção de que Deus está preocupado com eles.

Ao longo das últimas duas décadas, a fé em Deus diminuiu na maioria dos países, mas os declínios foram modestos, disse Smith.
Os países onde há pessoas mais dizem acreditar em Deus são os que possuem forte presença católica, especialmente nações em desenvolvimento. A crença foi maior nas Filipinas, de maioria católica, chegando a 94% da população, em seguida vêm os chilenos (88%). O menor índice está na Europa, com os alemães da antiga Alemanha Oriental (13%) e os tchecos (20%).
Nos Estados Unidos, 81% das pessoas entrevistadas disseram que sempre acreditaram em Deus, e 68% defendem a ideia que Deus está preocupado com as pessoas de uma forma pessoal.

Os países com maior índice de ateus são os da Escandinávia e os membros do antigo bloco comunista, no Leste Europeu. A única exceção dessa região é a Polônia. As maiores taxas de ateus são encontradas entre os cidadãos da antiga Alemanha Oriental (59%).
Israel, Eslovênia e Rússia são as três exceções na tendência de queda generalizada na fé em Deus apontada pela pesquisa.
Os países pesquisados foram: Austrália, Áustria, Chile, Chipre, República Checa, Dinamarca, França, Alemanha, Grã-Bretanha, Hungria, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Letônia, Países Baixos, Nova Zelândia, Irlanda do Norte, Noruega, Filipinas, Polônia, Portugal, Rússia, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia, Suíça e Estados Unidos.

Traduzido e adaptado de Reuters



sexta-feira, 13 de abril de 2012

Cantor Elias Silva em Brejo da Madre de Deus

O Conjunto Eletrônico da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Brejo da Madre de Deus em parceria com o a equipe do Projeto Boas Novas, estão preparando-se para oferecer um lindo culto de ações de graça ao Senhor, em agradecimento pelo 8º ano de fundação do Conjunto Eletrônico, o qual neste ano tem sido presenteado com muitas bênçãos, como os lindos hinos de própria autoria do conjunto, que esta sendo chamado e reconhecido  como: Conjunto Redenção.






E para este culto festivo q tem previsão para acontecer no final do ano, esta sendo programada a gravação do 1º CD com a possível presença do cantor Elias Silva, o mesmo se confirmado terá seus louvores tocados pelo Conjunto Redenção.

 
Para saber mais detalhes sobre o preparatório desse culto, como convidados, data, local, horário, etc, continue acompanhado o nosso site.
Pedimos a todos que continuem orando por nós, se for a vontade do Senhor estaremos juntos em um grande culto de louvor e adoração.


Fé como um grão de mostarda

“Respondeu-lhe o Senhor: Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a esta amoreira: Arranca-te e transplanta-te no mar; e ela vos obedecerá” (Lc 17.6).

“Pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível” (Mt 17.20).

Que pensamentos e emoções invadem o nosso coração quando lemos essas afirmações do Senhor Jesus? Estamos de fato firmemente convictos de que isso se cumprirá literalmente com uma ordem nossa, fazendo uma amoreira ou um monte se transplantarem de um lugar a outro? Ou reagimos justamente ao contrário, simplesmente rejeitando essas afirmações e dizendo que isso não é possível?
Infelizmente, são justamente essas afirmações de Jesus que criam em muitos crentes uma sensação de fraqueza interior, pois quase automaticamente vem o pensamento: “isso não é possível!” Pelas leis da natureza, infelizmente, é o que acontece com essas passagens das Escrituras; em princípio, sempre despertam dúvida e incredulidade, levando-nos à humilhante constatação de que não entendemos direito o que a Palavra quer nos dizer.
Por isso empenhemo-nos para entender qual é, afinal, o sentido espiritual mais profundo das palavras de Jesus especialmente em Mateus 17.20.
Em primeiro lugar, quero dizer que em nosso texto: “Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível”, não se trata de uma grande fé, mas de uma grande façanha, de um ato grandioso! Essa afirmação é totalmente contrária à interpretação tradicional que sempre fala de uma fé tão grande que muda um monte de lugar. Mas repito: aqui prioritariamente não se trata de uma grande fé, mas de uma grande ação pela fé!
Afinal, que fé é esta, que pode ter um efeito tão impressionante como o deslocamento de um monte? Será que é uma fé imensa, sistemática, objetiva, planejada, convincente, que não vê empecilhos, e que de maneira soberana supera tudo o que atravessa o seu caminho? Uma fé que move montanhas evidentemente poderia ter tais características. Mas o Senhor Jesus não fala de uma fé desse tipo. Então, que fé é esta, que tem – como Jesus expressa figuradamente – a condição de transferir montes? A esta fé capaz de fazer grandes façanhas, o Senhor Jesus chama de:

Fé como um grão de mostarda

“Pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível”. O que é um grão de mostarda? Em Marcos 4.31, ele é chamado de “…a menor de todas as sementes sobre a terra”. De fato ele tem um diâmetro de apenas 0,95 -1,1 mm. Esse pequeno grão de semente, que tem de ser observado com uma lente se quisermos vê-lo nitidamente, é considerado pelo Senhor como exemplo para uma fé que é capaz de mover montanhas.
Por que Jesus considera justamente esse pequeno grão de mostarda como exemplo para uma fé pela qual podem acontecer grandes coisas? Pelo fato desse pequeno grão de semente ser capaz de ilustrar o que significa transportar montes. Esse grão de semente extremamente pequeno, que quase não pode ser visto a olho nu, no espaço de um ano se transforma num grande arbusto, numa pequena árvore com galhos de cerca de 2,5 a 3 metros. Portanto, como são diminutos os pré-requisitos para um resultado tão grande num minúsculo grão de semente, onde aparentemente nada existia. No entanto, justamente estas condições mínimas são um exemplo que o Senhor usa para ilustrar uma fé que é suficiente para remover montanhas! Essa “fé como um grão de mostarda” não aponta de maneira clara para a nossa fé, que muitas vezes é tão fraca e pequena? Com isso, de maneira alguma quero desculpar nossa repetida incredulidade dizendo simplesmente: afinal, só tenho uma fé bem pequena, como um grão de mostarda! Quero lembrar que muitos de nós, repetidas vezes, já tivemos a impressão de que nossa fé era assim tão pequena e insignificante, e isso pode provocar dificuldades consideráveis. Assim mesmo, essa é justamente a pequena fé, quase imperceptível, que, segundo as palavras de Jesus, tem o poder de transpor montes.

É necessário mudar o raciocínio!

Será que, às vezes, não imaginamos algo errado quando pensamos na fé que precisamos ter para viver como cristãos verdadeiros? Todos nós nos defrontamos diariamente com situações, perguntas e problemas que se avolumam como montes. Não é justamente nesses momentos que aspiramos de todo o coração ter mais fé, ter uma fé maior, a fim de vencermos tudo isso? É justamente aí que muitos precisam aprender a mudar o raciocínio, pois Jesus diz: “Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá!” Em outras palavras: nossa fé não necessita ser particularmente grande para transferir montes – simplesmente é suficiente “termos fé”.
Se o grão de mostarda tivesse a possibilidade de olhar para si mesmo e conseguisse se enxergar, teria tudo para desanimar, pois em si mesmo não teria nada a apresentar. E assim é também, muitas vezes, em nossa vida: olhamos para nós e vemos uma fé relativamente pequena, limitada, e então ficamos desanimados. Mas o grão de mostarda não faz isso. Ele não olha para si mesmo para então desanimar. Não, ele simplesmente se deixa plantar na terra, ali começa a crescer, e finalmente se torna aquilo que deve ser, ou seja, uma árvore em cujos ramos “aninharam-se as aves do céu” (Lc 13.19).
Ao mesmo tempo é de se considerar que o grão de mostarda não se torna uma árvore porque empreendeu grandes esforços, mas simplesmente porque torna ativo e aplica o que possui! Oh!, como seria bom se compreendêssemos hoje que, com todas as nossas fraquezas, dificuldades e tentações diárias, simplesmente podemos nos aquietar com fé infantil na mão de nosso Salvador! Que modificação isso provocaria em nossa vida espiritual!
Simplesmente creio que, muitas vezes, caímos no erro de ter conceitos errados acerca da fé. Na verdade, é a fé singela na obra consumada de Jesus Cristo que consegue nos levar adiante e que, a cada dia, nos conduz para uma comunhão mais profunda com o Cordeiro de Deus, e não o esforço da nossa alma em crer bastante.
Em nossa vida como cristãos não precisamos nos estender buscando novas formas e grandezas de fé, mas simplesmente ter e usar a fé pela qual fomos salvos, ou seja, a fé simples no Senhor Jesus Cristo. Nesse contexto, leia novamente o que Davi diz no Salmo 18.29: “Pois contigo desbarato exércitos, com o meu Deus salto muralhas”. Ou veja também o que ele diz nos Salmos 60.12 e 108.13: “Em Deus faremos proezas, porque ele mesmo calca aos pés os nossos adversários”. Essas afirmações testificam de uma fé poderosa e vencedora que Davi tinha? Eu penso que não, pois Davi era um homem com fraquezas e erros como nós. Ainda assim, esses versículos testemunham que Davi se agarrava com toda a simplicidade ao seu Deus e por meio dEle podia fazer grandes proezas.
Ou lembremos de 1 João 5.4: “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé”. Que fé é essa que vence o mundo? É uma fé poderosa, forte, que supera tudo? De modo algum! A fé que vence o mundo é a fé singela, que muitas vezes não se sente; é a fé sacudida e posta à prova, mas assim mesmo firmada no sangue reconciliador e salvador de Jesus Cristo! Isso é tudo! Essa fé não se apóia no que sentimos ou percebemos, mas naquilo que sabemos, ou seja, que Jesus venceu o mundo (Jo 16.33b), e que de fato somos filhos de Deus. Essa é a fé que remove montanhas!
Como seria bom se compreendêssemos hoje o que significa de maneira bem prática nos contentarmos com a fé simples como um grão de mostarda. Então muitos de nós mudariam totalmente sua vida espiritual teimosa e pouco inteligente! Que de uma vez por todas reconhecêssemos que o caminho da fé é simples; que não se trata de fazer grandes esforços espirituais, mas simplesmente de confiar naquilo que nos é oferecido em Cristo!

Grandes resultados da fé como um grão de mostarda

Em Isaías 42.3 está escrito: “Não esmagará a cana quebrada, nem apagará a torcida que fumega”. Essa é uma profecia messiânica que é confirmada no Novo Testamento (Mt.12.20) de maneira direta em relação a Jesus Cristo, e por isso já se tornou grande fortalecimento para muitos filhos de Deus. Essas palavras também são uma figura de uma pessoa que possui fé como um grão de mostarda. Pois a cana quebrada ainda não foi esmagada, está apenas quase partida, e uma torcida que fumega ainda não está totalmente apagada. Nesse sentido essas palavras apontam para a fé mais pequena possível que uma pessoa pode possuir, fé como a de um grão de mostarda.
O que vimos no caso do grão de mostarda? Que ele não tem quase nada a oferecer, mas oferece tudo o que tem, e por meio disso experimenta grandes resultados!
Meu irmão, minha irmã, você compreende o que o Senhor quer lhe dizer com isso? Talvez você leia esta mensagem com o estado interior de uma “cana quebrada” ou de uma “torcida que fumega”. Você se sente interiormente fraco e miserável, e em seu interior só resta uma fé ínfima, do tamanho de um grão de mostarda? Você se sente assim porque diante de sua alma se amontoam grandes montanhas de angústias, preocupações e problemas. Mas agora escute bem: o fato de você se sentir como uma “cana quebrada” ou uma “torcida que fumega” prova que em você ainda existe algo. Pois uma cana quebrada ainda não está amassada, e uma torcida que fumega ainda não está apagada. Apesar de todos os montes de dificuldades que talvez neste momento existam à sua frente, você ainda tem uma centelha de fé. E é justamente isso que você tem que ativar agora, pois Jesus diz: “Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível”. Todos estes montes, problemas e dificuldades podem ser “lançados no mar” se você ativar e aplicar sua pequena fé, embora ela seja como um grão de mostarda. Em outras palavras, isso acontece se você simplesmente vier agora a Jesus como você é. Ele não “esmagará a cana quebrada, nem apagará a torcida que fumega”. Pelo contrário, no Salmo 34.18 está escrito: “Perto está o Senhor dos que têm coração quebrantado e salva os de espírito oprimido”. Uma coisa, porém, você precisa fazer: você – “a cana quebrada” e “a torcida que fumega “ – tem que buscar a Jesus como você é. Assim você torna ativa a sua fé como um grão de mostarda. E por meio disso você terá condições de “lançar no mar” todos os montes, preocupações e problemas. Incentivo você a vir ainda hoje, agora, a Jesus com o pouco que você tem – com sua fé como um grão de mostarda. Assim o Senhor poderá lhe encontrar de maneira totalmente nova, e fazer transbordar sua vida como talvez nunca aconteceu antes!
Nesse contexto, façamo-nos a pergunta:

Como aconteceu a alimentação dos cinco mil?


Para poder alimentar os milhares de ouvintes, os discípulos já haviam projetado um plano “muito bom”: “Ao cair da tarde, vieram os discípulos a Jesus e lhe disseram: O lugar é deserto, e já vai adiantada a hora; despede, pois, as multidões para que, indo pelas aldeias, comprem para si o que comer” (Mt 14.15). O Senhor, porém, não havia esperado por uma proposta dessas, mas por outra bem diferente. Ele não necessitava dos estoques de gêneros alimentícios dos arredores para poder alimentar as milhares de pessoas. Ele procurou por alguém que tivesse fé como um grão de mostarda. Ele necessitava de uma pessoa que possuísse pouco, mas que estivesse disposta a dar ao Senhor o pouco que possuía. Por meio disso, Ele seria capaz de realizar uma grande obra.
E de fato estava presente “um rapaz” que, como está escrito em João 6.9, tinha “cinco pães de cevada e dois peixinhos”, e que estava disposto a Lhe entregar esse pouco! E o que fez o Senhor com isso? “Então, Jesus tomou os pães e, tendo dado graças, distribuiu-os entre eles; e também igualmente os peixes, quanto queriam” (v. 11). Dessa maneira o Senhor Jesus Cristo alimentou cinco mil homens além das suas mulheres e crianças com cinco pães de cevada e dois peixinhos. Entendamos corretamente: Ele somente realizou esse milagre porque estava presente alguém – justamente esse rapaz – que demonstrou a fé como um grão de mostarda, entregando ao Senhor o pouco que possuía. Que montanhas de problemas e receios foram afastados dos discípulos e ao mesmo tempo lançados no mar! Eles viam montes enormes diante de si, pois como seria possível alimentar um número tão grande de pessoas? Eles também já haviam se preocupado em como poderiam afastar estes “montes”. Mas Jesus não necessitava de nada disso. Ele apenas procurou a fé como um grão de mostarda que acabou encontrando nesse rapaz. Dessa maneira todos os montes de dificuldades e impossibilidades “foram lançados no mar”.
Meu irmão e minha irmã, seja, ainda hoje, como esse rapaz: consagre ao Senhor o pouco que tem. Traga ao Senhor a sua fé como um grão de mostarda, e Ele virá ao seu encontro de maneira totalmente nova. Entregando o pouco de fé que você possui, Ele terá condições de “lançar no mar” as montanhas de sua vida, suas dificuldades e preocupações! Portanto, não é o tamanho de nossa fé que faz a diferença, mas a fé como um grão de mostarda num grande Deus!
Você pode dar agora o primeiro grande passo em direção a uma vida de fé capaz de mover montanhas. E qual é esse primeiro grande passo? É aceitar a Cristo como seu Senhor e seu Salvador. Você gostaria de entrar sua vida a Jesus Cristo agora mesmo? Clique em “Sim, eu quero entrar minha vida a Jesus Cristo” e preencha o formulário.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Igrejas organizam cultos ao ar livre para lembrar dos cristãos perseguidos
Serão dois domingos de maio para orar e interceder pelos cristãos que são presos ou impedidos de freqüentar uma igreja

Está marcado para os dias 20 e 27 de maio uma movimentação nas igrejas da Grã-Bretanha, as denominações vão promover cultos ao ar livre para lembrar dos milhares de cristãos que precisam cultuar a Deus escondidos, pois vivem em países onde o evangelho é perseguido.
O diretor da organização “Release International”, que dá voz aos cristãos perseguidos, questiona se os religiosos do Reino Unido e da Irlanda estão dispostos a enfrentarem as autoridades locais para adorar a Deus. “Você estaria disposto a cultuar ao ar livre se as autoridades fechassem sua igreja?”, disse Andy Dipper.
Em muitos países é essa a realidade, na China, Indonésia e outros países da Ásia muitas igrejas foram fechadas e os membros estão se reunindo escondidos dentro de casas. Em Benjing a Igreja de Shouwang teve o templo fechado há mais de um ano e os fiéis desse denominação estão cultuando a Deus em outros lugares, correndo o risco de serem presos.
“Para mostrar o nosso apoio para estes cristãos perseguidos, estamos convidando igrejas em todo o Reino Unido e Irlanda em serem solidarias com os nossos irmãos e irmãs pelo mundo, para nestes domingos de maio realizarmos um grande culto ao ar livre”, convocou Dipper.
Além de se reunirem a organização também encoraja a todos a orar por esses povos que passam por tantas perseguições nesses países. “Por favor, orem por estes cristãos corajosos que continuem a serem fortes no Senhor; que eles tenham a sabedoria divina para saber como lidar com as autoridades e responder com graça àqueles que se lhes opõem”.

Traduzido e adaptado de Christian Today

terça-feira, 3 de abril de 2012

Assembleia de Deus em Brejo da Madre de Deus terá novo Pastor

Hoje 3/03/2012 no culto de santa ceia no templo central das Assembleias de Deus em Pernambuco localizado na cidade do Recife, houve consagração de Diaconos, Presbiteros, Evangelistas e Pastores, o culto foi dirigido pelo presidente da Convenção o Pr. Ailton José Alves, culto no qual também houve algumas mudanças no quadro de pastores do campo em Pernambuco.
Para a cidade de Brejo da Madre de Deus, sai o Pr. Manoel Bezerra, e assume o Pr Irapuan Ribeiro de Oliveira que deixa a cidade de Lagoa do Carro. A data de posse ainda sera marcada.


O que posso falar da igreja Assembleia de Deus de Lagoa do Carro hoje, ela esta melhor do que ontem, pois a igreja esta cada dia melhorando ela não pode parar; Jesus esta salvando, curando, batizando com Espirito Santo, e o numero de membros aumentando, e novos templos sendo construído e os antigos sendo renovados.
Nosso ultimo batismo nas águas tivemos 39 candidatos o maior que houve em números e outros candidatos estão sendo preparados ( Discipulados ) novos cooperadores Deus tem levantados é assim a igreja em lagoa do carro uma igreja VITORIOSA. esta é uma visão do pastor e Ministério e todos os crentes que estão empenhados nesta batalha espiritual. e que tem convicção da sua chamada fazendo sua parte.

Sim, a igreja esta melhor do que ontem, hoje temos maiores desafios mais o mesmo Espirito que atuou ontem é o mesmo hoje, que nos capacita a vencer; Faça sua parte olhe para você mesmo e se pergunte? o que eu fiz para o crescimento da minha igreja? se não fez faça, ainda há tempo a igreja esta na terra, faça parte deste crescimento, desta luta e o seu galardão o senhor te dará naquele dia! amém.  Irapuan Ribeiro de Oliveira


Postado por: Bruno Araújo Silva

domingo, 1 de abril de 2012

Jovens cristãos usam cinema para evangelizar

A insatisfação com a qualidade técnica e audiovisual gospel foi o que levou três amigos a criarem a produtora de cinema cristã independente, 4U Films. Miguel Nagle, Douglas Gomes e Luan Felipe são os criadores da produtora que reúne  cristãos de várias denominações, com a finalidade de evangelizar por meio de curtas.
O projeto tem menos de dois anos e utiliza a internet como o principal veículo de divulgação do trabalho. Em fevereiro deste ano, a produtora 4U Films lançou o curta-metragem “Dom Gratuito”, dirigido por Miguel Nagle. Em menos de dois meses de exibição, o filme conta com mais de 10 mil visualizações. Com outros dois curtas em processo de finalização, a equipe se prepara para gravar o primeiro longa-metragem de sua história.
O primeiro filme, “Não Me Deixe Te Deixar” foi feito com orçamento de R$ 600,00. Considerado pelo ministério um sucesso de exibição, o curta soma mais de 21 mil visualizações no Youtube.
Fonte: Lagoinha.com

Assista ao curta “Dom Gratuito”: