sexta-feira, 30 de dezembro de 2011



Nova História
Depois de havê-los feito atravessar o ribeiro, fez passar também tudo o que possuía. E Jacó ficou sozinho. Então veio um homem que se pôs a lutar com ele até o amanhecer. 
Quando o homem viu que não poderia dominá-lo, tocou na articulação da coxa de Jacó, de forma que lhe deslocou a coxa, enquanto lutavam. Então o homem disse: "Deixe-me ir, pois o dia já desponta".

Mas Jacó lhe respondeu: "Não te deixarei ir, a não ser que me abençoes". O homem lhe perguntou: "Qual é o seu nome? " "Jacó", respondeu ele. Então disse o homem: "Seu nome não será mais Jacó, mas sim Israel, porque você lutou com Deus e com homens e venceu".
Prosseguiu Jacó: "Peço-te que digas o teu nome". Mas ele respondeu: "Por que pergunta o meu nome? " E o abençoou ali. Jacó chamou àquele lugar Peniel, pois disse: "Vi a Deus face a face e, todavia, minha vida foi poupada". Gênesis 32:23-30
Pensamento: O nome de Jacó significava "O Usurpador", "O Enganador", "Trapaceiro". Naquela época, o significado do nome valia muito. O nome da pessoa mostrava quem ela era. E Jacó carregava isto consigo desde seu nascimento.

Em um determinado momento Jacó deseja ser seu irmão gêmeo Esaú. Se veste como ele para tomar sua benção de seu pai.

Porém neste momento algo de novo acontece. Jacó se pega lutando com Deus. Isso mesmo, não era um anjo apenas, era o próprio Deus. Deus queria mudar a história de Jacó e por isso começou a lutar com ele.

Jacó percebe que aquele homem era celestial e não permite que ele vá embora, não até que o abençoe.

Aquele encontro fora marcado por Deus. Não foi Jacó que escolheu lutar com Deus, e sim o próprio Deus que se fez como homem para mudar a vida de Jacó.

Então Deus pergunta para Jacó: Qual é o seu nome? Deus sabia o nome de Jacó. Mas a pergunta era: Quem é você?

Jacó neste momento não foge da resposta e reconhece quem ele é. Sou Jacó, o enganador, o trapaceiro. Ele aceita quem ele é, e se expõe para Deus.

Neste momento, onde Jacó deixa de querer ser outra pessoa para agradar aos outros, Deus muda o curso de sua história.

Muitos hoje são a sua profissão, ou sua conta bancária. Muitos são aquilo que os outros desejam que eles sejam. Vivem uma vida como atores, sendo que o roteiro é feito pelas pessoas ao seu redor. Usam máscaras e se escondem de si mesmos. São Jacó, mas vivem fugindo de si mesmos.

Jacó fugiu no passado. E agora, no seu retorno, Deus queria que ele enfrentasse quem ele era. E Jacó prevaleceu. Ele não fugiu. Naquele momento especial, Deus olha para ele e diz:

- Não irás se chamar mais Trapaceiro, Enganador (Jacó). Seu nome agora será Aquele que Reina com Deus (Israel).

Deus tem uma nova história para você! Ele quer mudar o seu nome! Não fuja de quem você é e nem de sua história, mas busque em Deus uma nova história! Nem que para isso você tenha que lutar.

postagem; César Augusto.


Todo Dia Com Jesus   
Marcos 4:1-12
O Senhor Jesus voltou à beira-mar, e ensina as multidões por meio de parábolas, uma linguagem cheia de figuras. A primeira é a do Semeador. O Senhor apresenta-Se aqui como Aquele que traz a boa semente do Evangelho e a difunde no mundo. Embora Ele conheça os corações e saiba como acolherão - ou não acolherão - a verdade, dá a cada um a oportunidade de entrar em contato com a Palavra de vida. Você a acolheu?
O versículo 12 não deve nos perturbar. Compreendamos que se trata aqui do povo judeu como um todo: não é o caso que o Senhor temesse ver os homens se convertendo e que Se visse obrigado a perdoar os seus pecados! Mas os judeus acusavam o Senhor de ter um demônio, rejeitando assim o testemunho do Espírito Santo. Tal pecado não pode ser perdoado a Israel como um povo (3:29; Romanos 11:7-8, 25). Todos, porém, que desejam falar a sós com o Senhor, acharão lugar "junto dele", hoje como antes, para ouvir a revelação dos mistérios do reino de Deus (vv. 10,11,34; compare Provérbios 28:5). Façamos uso deste grande privilégio e especialmente não nos privemos das reuniões onde podemos estar junto ao Senhor para escutar a Sua Palavra.


Postagem; César Augusto

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Ano novo, projetos novos!



"Ano novo, projetos novos!" Recentemente um conhecido decidiu: "Vou mudar, quero sair daqui, quero ir para uma casa nova, para outro ambiente". Seu objetivo era encontrar uma moradia bonita, espaçosa, que atendesse suas necessidades. E ele a encontrou. Mas antes de mudar era necessário combinar e acertar alguns detalhes com o proprietário da casa: as paredes precisavam ser pintadas, o piso deveria ser lixado e uma janela precisava ser aberta na parte superior para permitir a entrada de mais luz.
Qualquer que seja a nossa situação, no fundo somos todos iguais nesse sentido. Poucos de nós se satisfazem em ter apenas "um teto sobre a cabeça". Até os nossos obreiros no interior da Bolívia, onde quase não se pode falar em "morar bem", procuram fazer o melhor com os materiais de construção que têm à disposição.
Mas como está a habitação da qual nosso Senhor Jesus disse: "...viremos para ele e faremos nele morada" (Jo 14.23)? Parece que muitas vezes isso pouco nos preocupa. Porém, ser cristão significa levar a sério a nossa responsabilidade como donos da casa onde o Senhor quer morar. No momento em que entregamos nossa vida ao Senhor Jesus, Ele recebeu a chave do nosso coração, que é a morada onde Ele quer entrar. Mas o problema é que Ele não pode entrar quando ali ainda há áreas escuras, cantos onde vivem moradores clandestinos. Possivelmente nenhuma outra pessoa saiba disso. Olhando de fora, a moradia parece estar intacta. A fachada cristã está em ordem. Mas o Senhor entrou de fato?
Está mais do que na hora de despejar os antigos moradores do nosso coração e permitir que se faça uma limpeza da nossa casa interior. Também a janela na parte superior não deve faltar. Deveríamos permitir a entrada de luz do alto. Imagine o que significa nosso Senhor chegando, parando diante da porta do nosso coração e dizendo: "Quero entrar agora!" E Ele não vem sozinho, pois disse: "Meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada." Na mesma passagem Ele também fala do Seu Espírito: "O Espírito da verdade... habita convosco e estará em vós" (v. 17). Nosso Senhor em pessoa, a plenitude da Divindade, quer entrar em nós! São palavras muito sérias as que o apóstolo Paulo disse aos coríntios, mas também a nós, através da sua epístola: "Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado" (1 Co 3.16-17). Nossa responsabilidade em relação ao nosso coração, que nos foi transmitida quando decidimos tornar-nos cristãos, é muito maior do que a de uma pessoa que ainda está longe de Deus. Aquele que entregou a chave do seu coração a Deus, que se decidiu por Jesus Cristo, é responsável pelo estado do próprio coração, para que Jesus possa de fato habitar ali. Como está a situação do nosso coração? Ainda existe sujeira escondida, ainda guardamos pensamentos obscuros? Está mais do que na hora de colocar em ordem nosso coração diante de Deus! Vamos fazer um novo começo neste novo ano! (Peter Malgo)

FONTE: Conheça A Jesus

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Você!!!

Você é único. Não existe outro DNA como o seu. Não existe outra impressão digital como a sua. Não existe outro rosto no mundo exatamente igual ao seu (mesmo que você seja gêmeo univitelino). 

Infelizmente, no mundo em que vivemos, muitos estão buscando ser como os outros. Existem pessoas imitando outras. Querendo ter a vida das outras. Quando não aceitamos quem nós somos, deixamos de viver plenamente, e passamos a tentar viver a vida dos outros. Desta maneira nunca seremos felizes. 

Outro fato é que muitos querem ser aquilo que os outros aprovam. E vivem ouvindo o que os outros acham e daí tentam viver da maneira que é a aceita pela maioria. Porém quando você faz isto, é como se estivesse atuando em um filme que foi escrito por outra pessoa. A vida deixa de ser sua novamente. 

Quando Deus escolheu Jacó, Ele diz que o escolheu desde o ventre materno. Disse que Jacó era dele. 

Porém esse mesmo Jacó, que foi chamado pelo nome, quis ter a vida de seu irmão, Esaú. Seu pai, Isaque, estava cego de velhice, e daria a benção para Esaú. Jacó (cujo nome significava enganador, mentiroso, traiçoeiro), mentiu, se fez de Esaú e respondeu ao seu pai que era Esaú. 

Depois disto Jacó foge com medo de ser morto por seu irmão. Algum tempo depois Jacó se pega lutando com o anjo do Senhor. Depois de muito lutarem, o anjo estava indo embora quando Jacó diz: Não vou deixar você ir até que me abençoes. 

O anjo então pergunta: Qual o seu nome?

Isso tinha um significado profundo. O nome naquela época carregava quem a pessoa era. Jacó, o usurpador. Desta vez Jacó se depara com ele mesmo e não foge de si. Meu nome é O Enganador. 

Quando ele não foge de si e não tenta agradar aos outros, nem ser aceito, ele tem seu nome mudado. O Anjo então responde: Não se chamarás mais Jacó, mas sim Israel.

De O Enganador para Aquele que reina com Deus. 

Deus conhece seu nome! Mesmo que sua história seja de enganos, de mentiras, de tragédias, Deus quer mudar sua história, para que você venha a reinar com Ele.

Entregue sua vida a Ele, e Ele pode mudar o curso da sua história.


FONTE: Somente a Graça

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Cantata de Natal emociona público no Derby





O culto  iria iniciar às 19h, mas a partir das 16h, os músicos  começavam a organizar seusinstrumentos para a passagem de som, e aos poucos, as primeiras, das quase 10 mil cadeiras,organizadas em fileiras em frente ao Quartel do Comando Geral da Polícia Militar de Pernambuco, no bairro do Derby, área central do Recife, foram sendo ocupadas por pessoas adivindas dediferentes partes do Estado.

Pontualmete, o pastor presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus (IEADPE), deu início aterceira edição do culto natalino promovido pela Polícia Militar de Pernambuco em parceria com a IEADPE.



 Diversas autoridades marcaram presença para prestigiar o grandioso evento, entre elas: oSecretário de Defesa Social, Wilson Damásio, o Comandante Geral da Polícia Militar dePernambuco, o Coronel Tavares Lira, Comandante do Estado Maior, Coronel Carlos do NascimentoFeitosa, Comandante da Polícia Especializada, Ricardo Dantas de Vasconcelos. Estiverampresentes também o Deputado Federal Pastor Eurico, o Deputado Estadual, Presbítero AdaltoSantos e o Deputado Estadual Cleiton Collins.


A leitura oficial foi feita pelo pastor presidente da IEADPE, Ailton José Alves em Mateus cap. 1. v.18-25, mas a ministração da Palavra ficou por conta do pastor Isaac Silva, que falou sobre ogrande amor de Deus, tendo como  grande prova o nascimento de Cristo, o sentido real dacelebração do culto festivo e da Cantata Eterno Emanuel.

Após a reflexão bíblica, teve início a Cantata Eterno Emanuel um dos momentos mais esperados doculto, que durou cerca de uma hora composta por 80 músicos e dezenas de vozes emocionando atodos os presentes.Ao final do evento, foi feita uma oração pela corporação da Polícia Militar de Pernambuco e realizados os agradecimentos por parte da Igreja Assembleia de Deus e da PMPE


FONTE: Rede Brasil de Comunicação